O lucro indecente do Itaú e a verdadeira corrupção

Jeferson Miola

O Itaú Unibanco teve um lucro de R$ 24,9 bilhões no ano de 2017; um ganho 12,3% maior que o lucro que teve em 2016.

O jornal Valor de 6/2/208 [página A2] informa que devido ao lucro espetacular, o Itaú decidiu distribuir um “superdividendo” de R$ 17,6 bilhões aos seus acionistas – que não são mais que um punhado de rentistas e especuladores.

Enquanto o Itaú e a orgia financeira tiveram lucros exorbitantes em 2017, o orçamento da União teve um déficit de R$ 124 bilhões.

O déficit, registre-se, é gerado exatamente porque o governo federal desvia quase metade do seu orçamento para o pagamento de juros e amortização da dívida. É pura conversa fiada associar o déficit orçamentário brasileiro com os investimentos e programas sociais.

Segundo a Auditoria Cidadã da dívida, em 2015, por exemplo, a dívida tragou R$ 962 bilhões para beneficiar não mais que algumas centenas de rentistas, o equivalente a 42,43% do orçamento brasileiro – cifra que corresponde a quase uma década de financiamento do SUS, que é dedicado a 203 milhões de brasileiros.

Apesar do enorme dispêndio anual para o pagamento de juros e amortização, o estoque da dívida não diminui. Ao contrário, aumenta!

Em janeiro de 2015, a dívida estava em R$ 3,2 trilhões. Apesar do pagamento de R$ 962 bilhões, terminou o ano com um estoque de R$ 3,9 trilhões.

O obsceno sistema da dívida pública é o principal fator de corrupção do Brasil. Ele é a razão de ser do golpe e do regime de exceção implantado no país.

Anúncios

12 comentários em “O lucro indecente do Itaú e a verdadeira corrupção

  1. Exatamente, muito bom!
    A verdadeira corrupção está aí no Sistema da Dívida.
    Lembrando que só aumenta, ano a ano, sem qualquer contrapartida! Sem qualquer investimento ou compra que justifique.
    São mecanismos fraudulentos que fazem esse Sistema aumentar a divida artificialmente.
    Alguns vídeos curtos nessa playlist mostram isso:

    Curtir

  2. Não se dá golpe de estado sem algum interesse maior, seja pela força, seja pela patifaria política. Até onde os banqueiros pensam que a dívida pública vai continuar rolando e sem dar calote, tendo em vista que ela pulou de 58% para 85% do PIB após dado o golpe, em maio de 2016? Até onde esses agiotas pensam que mais de 40% das famílias brasileiras, já endividadas até o pescoço, vão conseguir reescalonar suas dívidas com juros tão escorchantes que chegam a 480%? Até onde esses vampiros vão continuar achando que a maioria das indústrias brasileiras, também altamente endividadas, vão aguentar sem quebrar? Que eles contratem especialistas melhores que esses insensatos consultores e avaliadores de risco. Por que, então, Portugal está sendo o refúgio de milionários brasileiros. E é só Portugal? Paraguai, Estados Unidos e outros países também estão no mapa da fuga de capitais. Vem aí um novo BANESTADO. E o Dr. Moro, o que vai fazer desta vez?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s